A quantas anda a gestão de recursos humanos no setor público brasileiro? Um ensaio a partir das (dis)funções do processo de recrutamento e seleção – os concursos públicos

Fernando de Souza Coelho, Isabela de Oliveira Menon

Resumo


Este artigo é um balanço sobre a gestão de recursos humanos (GRH) no setor público brasileiro, considerada como área funcional da administração pública e, portanto, como uma das dimensões para uma política pública de gestão. Após algumas provocações na introdução que problematizam a gestão de pessoas nos governos e nas organizações públicas no Brasil, o artigo analisa o processo de recrutamento e seleção, baseado no instituto do concurso público, como uma proxy das disfunções na GRH – assinalada pelo exacerbado foco jurídico e por falhas de natureza gerencial. Trata-se de um ensaio que abaliza a existência de um círculo vicioso do concurso público no país, argumenta sobre o anacronismo do modelo vigente dos certames e aponta alguns problemas oriundos da desintegração entre os subsistemas de ingresso no serviço público.


Palavras-chave


gestão de pessoas; concurso público; recrutamento de pessoal; seleção de pessoal; administração pública – Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21874/rsp.v69i0.3497

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista do Serviço Público

ISSN eletrônico: 2357-8017

ISSN impresso: 0034-9240


Indexadores, Diretórios e classificações:

AcademicKeys | Diadorim | REDIB | Google Acadêmico | IBBA | Latindex | OAJI | Periódicos Capes | sumarios.org | Qualis/Capes | EZB Electronic Journals Library | Citefactor | Spell

 

SAIS - Área 2-A, 70610-900 - Brasília, DF/Brasil | Telefones: +55 (61) 2020 3152 / +55 (61) 2020 3327 | editora@enap.gov.br