Desafios da avaliação em políticas de inovação no Brasil

  • André Tortato Rauen

Resumo

Este ensaio tem por objetivo discutir os desafios da avaliação em políticas públicas de inovação no Brasil. Para tanto, o mesmo se apoia nas contribuições teóricas acerca do processo inovativo e em inúmeros relatórios de avaliação e meta-avaliação. O ensaio defende, então, a existência de três grandes desafios específicos à avaliação de políticas de inovação, quais sejam: (i) dificuldade em encontrar indicadores que reflitam os reais resultados e impactos da intervenção; (ii) dificuldade em estabelecer graus de responsabilidade entre a intervenção e os resultados e impactos observados; e (iii) resistência, por parte da comunidade acadêmica, ao processo de avaliação. Para superar esses desafios, sugere-se: (i) a construção de indicadores focados em impactos finais, mesmo que qualitativos; (ii) a consolidação da pesquisa qualitativa enquanto ferramenta de análise em detrimento da excessiva formulação matemática; e (iii) que a formação dos avaliadores discuta as diferenças entre as lógicas de funcionamento do meio acadêmico e do meio político.

Palavras-chave: políticas de CT&I; avaliação; meta-avaliação; inovação

Publicado
2014-01-29
Como Citar
Rauen, A. T. (2014). Desafios da avaliação em políticas de inovação no Brasil. Revista Do Serviço Público, 64(4), p. 427-445. https://doi.org/10.21874/rsp.v64i4.131
Seção
Artigos