Burocratas, carreira e política: uma análise das trajetórias da elite do Ministério das Relações Exteriores

Palavras-chave: Diplomatas, Ministério das Relações Exteriores, Carreira Pública, Elite burocrática, Política externa

Resumo

Como se desenham as trajetórias das carreiras dos diplomatas de elite do Ministério das Relações Exteriores (MRE)? Considerando que os trânsitos institucionais dos diplomatas brasileiros constituem peça central no funcionamento administrativo e político dessa burocracia, o presente artigo tem como objetivo responder a essa pergunta. Isso porque analisar essas dinâmicas colaboram tanto para entender um dos ministérios mais fechados do serviço civil público nacional, quanto avançam na construção de padrões da movimentação institucional dos atores que operam, sistematicamente e desde posições de comando, a política externa brasileira. Assim, a carreira da elite diplomática, composta por segundos ministros e embaixadores, e por mais de três décadas de carreira em média de carreira, é descrita em termos tanto das indicações para cargos de confiança na Secretaria de Estado (Sere), quanto nas passagens por postos diplomáticos no exterior, instituições nacionais e organismos internacionais. Os resultados apontam para um comportamento muito similar entre as duas hierarquias em que a maioria dos cargos de confiança na Sere são direcionados a posições de nível intermediário (DAS-4). As frequências majoritárias das trajetórias
exógenas a Sere, se concentram em postos no exterior, de classes “A” e “C”, seguidas por trânsitos em organismos internacionais e difusamente por instituições nacionais.

Biografia do Autor

Rodolfo de Camargo Lima, Universidade de São Paulo
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - Departamento de Ciência Política, Universidade de São Paulo
Publicado
2019-09-26
Como Citar
Lima, R. (2019). Burocratas, carreira e política: uma análise das trajetórias da elite do Ministério das Relações Exteriores. Revista Do Serviço Público, 70(3), 486-510. https://doi.org/10.21874/rsp.v70i3.1481
Seção
Artigos