Inovação no processo de compra de medicamentos: estudo de caso do Ministério da Saúde

Autores

  • Dayse Karenine de Oliveira Carneiro Universidade de Brasília
  • Pedro Carlos Resende Junior Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.21874/rsp.v68i4.1618

Palavras-chave:

compras governamentais, inovação, política de saúde, estudo de caso

Resumo

A implementação de inovações no setor público oferece oportunidades de modernização da gestão pública, com o intuito de proporcionar relevantes melhorias de eficiência, eficácia, efetividade e ética nas ações do Estado. O objetivo do presente artigo consiste em analisar a inovação no processo de compra de medicamentos do Ministério da Saúde (MS). A partir da literatura que discute a inovação no setor público proposta pelos autores De Vries, Bekkers e Tummers (2015), foi realizada análise de conteúdo proveniente de dois grupos focais com gestores e usuários da inovação, que revelou a oportunidade de: a) caracterizar a inovação do MS; b) identificar dimensões e variáveis da literatura presentes e ausentes no fenômeno; c) apresentar novas variáveis relacionadas ao Processo Eletrônico de Compras (PEC), sistema implementado pelo Ministério da Saúde para otimizar o processo de compras governamentais de medicamentos e insumos para a saúde. Outrossim, foi feita uma análise documental que ratificou os resultados dos grupos focais e demonstrou o desempenho da inovação no contexto do referido órgão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-29

Como Citar

Carneiro, D. K. de O., & Junior, P. C. R. (2017). Inovação no processo de compra de medicamentos: estudo de caso do Ministério da Saúde. Revista Do Serviço Público, 68(4). https://doi.org/10.21874/rsp.v68i4.1618

Edição

Seção

Artigos