Desafios no direcionamento e na priorização das intervenções das políticas de combate à pobreza nos municípios cearenses

Cláudio André Gondim Nogueira, Sérgio Henrique Arruda Cavalcante Forte

Resumo


Apesar dos avanços recentes, a pobreza ainda persiste no Ceará. Então, com base no “Triângulo Pobreza-Crescimento-Desigualdade” descrito por Bourguignon (2003, 2004), foram estimadas as elasticidades da pobreza em relação ao crescimento econômico e à desigualdade para identificar desafios na priorização das intervenções de combate à pobreza nos municípios cearenses. Os resultados mostram que os valores de ambas as sensibilidades estimadas são relativamente pequenos, indicando que as políticas têm potencialmente baixa capacidade de reduzir a pobreza. Argumenta-se, no entanto, que elas podem ser mais efetivas se forem consideradas as características particulares de cada município. Uma questão importante decorre da identificação de um grupo de municípios em que a sensibilidade das políticas é muito baixa, sendo que estes são os que, em geral, apresentam as piores situações relativas em termos da proporção de pobres e da desigualdade. Assim, se for privilegiada a efetividade potencial, as disparidades entre os municípios poderão aumentar.


Palavras-chave


políticas públicas; pobreza; administração municipal - Ceará

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21874/rsp.v69i4.2401

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista do Serviço Público

ISSN eletrônico: 2357-8017

ISSN impresso: 0034-9240


Indexadores, Diretórios e classificações:

AcademicKeys | Diadorim | REDIB | Google Acadêmico | IBBA | Latindex | OAJI | Periódicos Capes | sumarios.org | Qualis/Capes | EZB Electronic Journals Library | Citefactor | Spell

 

SAIS - Área 2-A, 70610-900 - Brasília, DF/Brasil | Telefones: +55 (61) 2020 3152 / +55 (61) 2020 3327 | editora@enap.gov.br