A face oculta do Leviatã: gestão da informação e transparência administrativa

  • José Maria Jardim

Resumo

Um dos pressupostos do Estado moderno é a sua visibilidade social mediante a implementação de instrumentos gerenciais de controle das informações que produz e o seu acesso pelo cidadão. A gestão da informação configura-se como um conjunto de práticas caracterizadas pela racionalidade formal e o projeto histórico do Estado contemporâneo. No Brasil e demais países da América Latina, a opacidade informacional do Estado expressa uma situação em que este não dispõe de mecanismos de controle sobre seus estoques informacionais. Por outro lado e em consequência, a sociedade não controla o Estado. O tema requer a construção de referenciais analíticos, além do confronto das diversas experiências históricas envolvendo as relações entre gestão da informação e a transparência administrativa. 

Publicado
2015-01-26
Como Citar
Jardim, J. M. (2015). A face oculta do Leviatã: gestão da informação e transparência administrativa. Revista Do Serviço Público, 46(1), 137 - 152. https://doi.org/10.21874/rsp.v46i1.731
Seção
Ensaios