Indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil

Autores

Palavras-chave:

Indicadores, Monitoramento, Políticas Sociais

Resumo

O objetivo do texto é discutir as potencialidades e limitações do uso das informações estatísticas produzidas pelo IBGE e os registros administrativos de órgãos públicos para a construção de indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil. Inicia-se com uma apresentação sobre os aspectos conceituais básicos acerca dos indicadores sociais, suas propriedades e formas de classificação. Depois, discute-se uma proposta de estruturação de um sistema de indicadores para subsidiar o processo de formulação e avaliação de políticas e programas públicos no País. Conclui-se o texto advogando-se a necessidade de estruturar sistemas de indicado res que se apóiem na busca de informações já existentes em fontes secundárias e na produção de dados no âmbito dos próprios programas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo de Martino Jannuzzi , Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

É professor da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE. É professor colaborador da Escola Nacional de Administração Pública e da Universidade Federal de Goiás. Foi Secretário de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério de Desenvolvimento Social e Membro do Painel de Especialistas em Avaliação do International Evaluation Office do PNUD em Nova York

Referências

CANO, I. Avaliação de programas sociais . Rio de Janeiro: FGV, 2002.

CARLEY, Michael. Indicadores sociais: teoria e prática. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

COSTA, F.L.; CASTANHAR, J.C. Avaliação de programas públicos: desafios conceituais e metodológicos. Revista Brasileira de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 37, n.5, pp.969- 992, 2003.

COHEN, E.; FRANCO, R. Avaliação de projetos sociais. Petrópolis: Vozes, 2000.

ENSSLIN, Leonardo et al. Apoio à decisão: metodologias para estruturação de problemas e avaliação multicritério de alternativas . Florianópolis, SC: Insular, 2001, v. 1, p.296.

GARCIA, R.C. Subsídios para organizar avaliações da ação governamental. Planejamento e Políticas Públicas, Brasília, v. 23, n. 7, p. 70, 2001.

GUIMARÃES, J. R. S.; JANNUZZI, P. M. IDH, indicadores sintéticos e suas aplicações em políticas públicas: uma análise crítica. In: Encontro Nacional de Estudos Populacionais, 14. Anais... Caxambu, 2004.

IBGE. Indicadores sociais municipais. Rio de Janeiro: 2002.

JANNUZZI, P. M. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fonte de dados e aplicações. Campinas: Alínea, 2001.

_______ . Considerações sobre o uso, mau uso e abuso dos indicadores sociais na formulação e avaliação de políticas públicas municipais. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 1, p. 51-72, jan./fev. 2002.

LINS, M.E; MEZA, L. A. Análise envoltória de dados e perspectivas de integração no ambiente de apoio à decisão. Rio de Janeiro: COPPE/UFRJ, 2000.

MARTINE, G.; CARVALHO, J. A. M.; ÁRIAS, A. R. Mudanças recentes no padrão demográfico brasileiro e implicações para a agenda social . Brasília, IPEA, 1994. (Texto para Discussão n. 345).

MILES, I. Social indicators for human development. New York: St. Martin´s Press, 1985. Nacões Unidas. Handbook of social indicators. Nova York: 1988.

OMS. Catalogue of health indicators . Genebra: 1996.

ROCHA, S. Pobreza: do que se trata afinal. Rio de Janeiro: FGV, 2003.

ROCHE, C. Avaliação de impacto dos trabalhos de ONGs. São Paulo: Cortez, 2002.

RYTEN, J. Should there be a human development index? Statistique, Développement et Droits de l´Homme Seminar, Montreaux, Setembre, 2000.

SEADE. Monitoração de prioridades de desenvolvimento com equidade social. In: Keinert, Tânia; Karruz, Ana Paula (Orgs.). Qualidade de vida: observatórios, experiências e metodologias. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2002.

Downloads

Publicado

2022-11-29

Como Citar

de Martino Jannuzzi , P. (2022). Indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil. Revista Do Serviço Público, 73(b), 96-123. Recuperado de https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/8724

Edição

Seção

RSP Edição Especial 85 anos