A trajetória dos programas de transferência de renda no Brasil: o impacto da variável federativa

  • Elaine Cristina Lício

Resumo

Neste trabalho, analisa-se a trajetória dos programas de transferência de renda no sistema de proteção social brasileiro, procurando demonstrar como algumas questões federativas têm afetado decisivamente a sua implementação, desde as primeiras iniciativas subnacionais até a adoção de programas nacionais com clara interface intergovernamental. O argumento central é que o modelo federativo influenciou diretamente o desenvolvimento dos programas de transferência de renda no Brasil, sendo determinante para o seu bom desempenho.
Publicado
2014-02-20
Como Citar
Lício, E. C. (2014). A trajetória dos programas de transferência de renda no Brasil: o impacto da variável federativa. Revista Do Serviço Público, 55(3), p. 37-59. https://doi.org/10.21874/rsp.v55i3.250
Seção
Artigos