Gestão local e seu impacto no desempenho fiscal: análise dos municípios mineiros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21874/rsp.v71i1.3777

Palavras-chave:

gestão fiscal, municípios, Índice Firjan de Desempenho Fiscal (IFGF)

Resumo

O estudo busca elucidar e articular a gama de condicionantes do desempenho fiscal local, dimensionar a influência da gestão fiscal municipal nesse desempenho, e descrever como a qualidade da gestão fiscal se distribui entre municípios com diferentes características. Propõe um modelo conceitual e de regressão para o desempenho fiscal, tendo o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) dos municípios de Minas Gerais como variável dependente. A identificação de efeitos apoia-se na natureza longitudinal dos dados (2007-2016) e na modelagem em painel. Transferências voluntárias da União e do governo estadual parecem favorecer o desempenho fiscal local, especialmente via investimentos. Um terço da variação do IFGF não pode ser atribuída às covariáveis e é tomada, por eliminação, como proxy para a qualidade da gestão fiscal. Esta apresenta moderada correlação com a população e mostra sinais de dependência espacial, com concentração de valores altos na região da capital.

Downloads

Publicado

2020-03-23

Como Citar

Karruz, A. P., & Machado Moraes, A. (2020). Gestão local e seu impacto no desempenho fiscal: análise dos municípios mineiros. Revista Do Serviço Público, 71(1). https://doi.org/10.21874/rsp.v71i1.3777

Edição

Seção

Artigos