A participação eletrônica no Uruguai, Chile e Colômbia a partir da teoria da ação comunicativa

  • Jorge Lheureux de Freitas PUCRS
  • Marie Anne Macadar PUC-RS
  • Eder Henriqson
Palavras-chave: participação eletrônica, teoria da ação comunicativa, governo aberto, avaliação, Uruguai, Chile, Colômbia

Resumo

Baseado nos depoimentos de representantes de organizações não governamentais, o objetivo desta pesquisa consistiu em estudar e comparar a participação eletrônica no Uruguai, Colômbia e Chile com fundamento na teoria da ação comunicativa (TAC). As evidências mostraram que Chile e Colômbia contam com lei específica que regula o tema e que a Colômbia é a única das três nações com um programa institucional de e-participação. As entrevistas indicaram que a presença da e-participação em todos os países é tímida e que, apesar da percepção de discurso governamental e vontade política favoráveis, os recursos disponíveis, nesse âmbito, estão aquém do necessário. Por final, as contribuições fizeram emergir uma discussão sobre a conveniência do modelo preconizado pela Open Government Partnership (OGP).

Biografia do Autor

Jorge Lheureux de Freitas, PUCRS

Mestre em Administração da Informação pela Escola de Negócios da Faciuldade de Administração, Comtabilidade e Economia da Pontifícia Universidade Católica.

Doutorando em Administração da Informação pela Escola de Negócios da Faciuldade de Administração, Comtabilidade e Economia da Pontifícia Universidade Católica.

 

Marie Anne Macadar, PUC-RS

Professora Visitante da  Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, FGV/EAESP, Brasil.

Doutora em Administração pela Universidade de São Paulo, Brazil

Eder Henriqson

Professor Titular e Decano da Escola de Negócios da Faciuldade de Administração, Comtabilidade e Economia da Pontifícia Universidade Católica.

Doutor em Engenharia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Publicado
2019-06-28
Como Citar
Freitas, J., Macadar, M. A., & Henriqson, E. (2019). A participação eletrônica no Uruguai, Chile e Colômbia a partir da teoria da ação comunicativa. Revista Do Serviço Público, 70(2), 239 - 266. Recuperado de https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/3238
Seção
Artigos