Chamada para artigos – Desafios e Oportunidades da Economia das Plataformas Digitais

2022-08-17

Chamada para artigos – Desafios e Oportunidades da Economia das Plataformas Digitais

O trabalho em plataforma (ou gig economy) é um fenômeno global que traz profundas alterações nas relações de trabalho e comerciais nos mais diferentes setores econômicos, modelos de negócio e de serviços. No Brasil, pelo menos desde 2015 cresce o impacto das plataformas digitais, com aumento expressivo de trabalhadores mobilizados pelo setor. De acordo com o IPEA, já existiam, em 2021, mais de 1,4 milhões de brasileiros trabalhando com plataformas de intermediação de passageiros e mercadorias. O número é ainda maior se consideradas as soluções digitais de intermediação de cargas, locação de imóveis e e-commerce.  Embora o isolamento social compulsório, decorrente da Covid-19, tenha aumentado o impacto e a visibilidade desse setor, sua existência não só é anterior ao período pandêmico, como subsiste a ele, respondendo às inovações produzidas pela indústria 4.0 e trazendo oportunidades e desafios a empresas, trabalhadores, consumidores e gestão pública.

É uma das missões da Revista do Serviço Público (RSP) estimular a publicação de pesquisas de alta qualidade sobre temas como este. O fenômeno das plataformas digitais é multifacetado e, sem dúvida, é tema para pesquisadores de gestão e políticas públicas, regulação e economia, para mencionar apenas algumas agendas. Essa chamada busca suprir lacunas no conhecimento de um fenômeno ainda recente e em constante mudança. 

Em linhas gerais, esta chamada de artigos espera receber submissões que tragam evidências empíricas acerca da economia das plataformas digitais (doravante também referidas pelo neologismo “economias plataformizadas”), abordando temas como:  a) desafios regulatórios e concorrenciais das empresas de plataformas digitais; b) desafios regulatórios das novas relações de trabalho; c) desafios de representação e proteção social de trabalhadores plataformizados; d) oportunidades e desafios da gestão mediada por algoritmo; e) modelos cooperativos e/ou descentralizados de plataformização do trabalho; f) impactos em espaço urbano e segurança viária, g) parcerias público-privadas de compartilhamento de dados para desenho de políticas públicas; h) segurança da informação, privacidade  e LGPD; i) fraudes e combate ao crime; j) segurança para entregadores, motoristas, divulgadores e-commerce e consumidores; l) supervisão dos consumidores.

Informações importantes: (a) a data-limite para submissão é 30 de novembro de 2022; (b) serão aceitos artigos em português, inglês ou em espanhol; (c) no processo de submissão, o(s) autor(es) devem escolher a seção “Edição Especial - Plataformas Digitais” (ver figura abaixo).

Algumas Referências Úteis.

ADAMS-PRASSL, A.; BERG, J. When Home Affects Pay: An Analysis of the Gender Pay Gap Among Crowdworkers. SSRN Electronic Journal. 2017

AZZONI; C.R et al. Effects of the entry of food delivery apps in the restaurant industry: evidences from Brazil. 2022. Submetido à publicação.

CAMELO, Ana Paula et al. Debates conceituais e regulatórios sobre o futuro do trabalho em plataformas digitais. 2022. Disponível em:https://hdl.handle.net/10438/32018. Acesso em 15/08/2022

CAMELO, Ana Paula et al. Regulação do trabalho em plataformas digitais no Brasil e no Mundo. 2022. Disponível em: https://hdl.handle.net/10438/32017. Acesso em 15/08/2022.

CHOUDHARY, N. Strategic Analysis of Cloud Kitchen – A Case Study. Management Today, v. 9, n. 3, p. 184–190, 2019.

COOK, C. D. The Gender Earnings Gap in the Gig Economy: Evidence from over a Million Rideshare Drivers. NBER Working Papers, National Bureau of Economic Research. 2018

FARRELL, D.; GREIG, F. Paychecks, paydays, and the online platform economy: Big data on income volatility. Household Finance eJournal. 2016

GRAHAM, Mark et al. The Fairwork Foundation: Strategies for improving platform work in a global context. Geoforum, v. 112, p. 100-103, 2020.

GRAHAM, Mark; WOODCOCK, Jamie. Towards a fairer platform economy: introducing the Fairwork Foundation. Alternate Routes, v. 29, 2018.

GRUBER, Jonathan. Designing Benefits for Platform Workers. NBER Working Paper No. 29736, February 2022 JEL No. I13,J32,J41.

HENDERSON, M. T.; CHURI, S. The trust revolution : how the digitization of trust will revolutionize business and government. Cambridge University Press, 2019.

KHAN, M. A. Technological Disruptions in Restaurant Services: Impact of Innovations and Delivery. Journal of Hospitality & Tourism, Volume:44 issue: 5, pages:715-732 https://doi.org/10.1177/1096348020908636. 2020.

MENEGUIN, F. B.; MELO, A. P. A. DE. Uma nova abordagem para a regulação econômica: soft regulation . Revista do Serviço Público, p. 199–218, 2022. 

NEVES, I. B. S.  Algocracia: um estudo da gestão mediada por algoritmos pela perspectiva dos trabalhadores de plataformas digitais, 2022. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/31772.

OLIVEIRA, C. A. DE; MACHADO, G. C. A note on the impact of Uber on Brazilian taxi drivers’ earnings | Revista Brasileira de Economia. Revista Brasileira de Economia, v. 75, n. 3, p. 330–345, 2021. Disponível em: <https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rbe/article/view/79939>. Acesso em: 4/8/2022.

ORANBURG, S.; PALAGASHVILI, L. Transaction cost economics, labor law, and the gig economy. Journal of Legal Studies, v. 50, n. S2, p. S219–S237, 2021.

PIGATTO, G.; MACHADO, J. G. C. F.; NEGRETI, S. S.; MACHADO, L. M. Have you chosen your request? Analysis of online food delivery companies in Brazil. British Food Journal Vol. 119 No. 3, pp. 639-657. 2017.

ROUT, A.; DAWANDE, M.; JANAKIRAMAN, G. Cloud-Kitchens : Value Creation Through Co-Location. 2022.

SANDLAND, M.; ORSBOURN, C. Delivering the digital restaurant : your roadmap to the future of food. Amplify Publishing, 2021.

VIERA, R.S; LIMA, R. A; ALVES, P.; RODRIGUES, G. Impactos Socioeconômicos das Operações do iFood no Brasil: Análise sobre os Entregadores. Estudo FIPE, 2021.